sábado, 30 de março de 2013

Casa Eichendorf


Construído no final do século XIX. Serviu de residência ao casal de agricultores Gustav e Josefina Eichendorf e a seus descendentes. 

A Prefeitura adquiriu o imóvel a pedido do IPHAN, sendo seu ultimo dono o Senhor Alceu Steffen, conforme Lei Municipal Nº 2.485, de 29 de dezembro de 2009.



O imóvel é um dos integrantes do Roteiro Nacional de Imigração.
Número do Processo IPHAN: 1548-T-2007
Livro do Tombo Histórico IPHAN: Inscrito em 09/2015.

FCC – Fundação Catarinense de Cultura
Nome Atribuído: Casa Eichendorf, Edwiges
Número do Processo FCC: Nº 327/2007 (antigo 031/2007)



Em 2013 deu-se inicio a restauração emergencial deste patrimônio. A reforma externa foi concluída, agora falta a reforma e melhorias na parte interna da casa para que a mesma seja aberta ao público e possa assim iniciar suas atividades para que foi idealizada..


Foto de junho de 2013.
A construção mescla dois sistemas estruturais: enxaimel e alvenaria autoportante de tijolos aparentes. Tem volumetria alteada. As paredes internas também mesclam técnicas construtivas distintas: algumas paredes são em madeira, outras em enxaimel com preenchimento de taipa rebocada. A fachada frontal abriga uma varanda em toda a sua extensão, incorporada ao projeto original e dotada de lambrequim simplificado e parapeito formado por peças verticais de madeira. O guarda corpo era formado por interessante ripado de madeira, que foi suprimido. A composição da fachada é assimétrica e a planta é diferenciada das tipologias usuais. Há pinturas decorativas no interior da casa.
Os espaços estão distribuídos em seis ambientes, mais a varanda. Da varanda há acesso à sala de estar. A partir dessa, chega-se a outros dois cômodos: um dormitório frontal e outro ambiente, hoje desocupado, que pode ter sido utilizado como sala de refeições; neste último se encontra a escada que dá acesso ao sótão e uma porta que leva a mais um quarto (lateral) e à cozinha (aos fundos). Não existe espaço reservado exclusivamente para circulação, que acontece permeando os ambientes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário